NOTÍCIAS

< Voltar

Sananduva participa de audiência sobre saúde do trabalhador

Publicado em 26/09/2018, Por Assessoria de Comunicação

O Governo do Município de Sananduva, através Secretaria de Saúde, foi convocado para participar de uma audiência coletiva sobre o Projeto Verdade na Saúde: Diagnóstico de Acidentes e Adoecimentos no Trabalho no Rio Grande do Sul, realizada pelo Ministério Público do Trabalho – PRT 4ª Região. Essa audiência aconteceu no dia 18 de setembro, em Passo Fundo, e teve o envolvimento, além do Ministério Público do Trabalho por meio dos procuradores do Trabalho, Rogério Uzun Fleischmann e Priscila Dibi Schvarcz, a parceria do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador - CEREST Nordeste e 6ª CRS.

Na oportunidade foi detalhada a Notificação Recomendatória enviada anteriormente para os municípios, a qual descreve legislações e obrigações referentes ao sistema de informação de saúde do trabalhador, o Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN) e o Sistema de Informações em Saúde do Trabalhador (SIST). Também foi ministrado treinamento referente ao tema, repassados dados dos 62 municípios pertencentes a 6ª CRS e delegadas atribuições a esses municípios.

Dos 62 Municípios pertencentes a 6ª CRS, 06 são considerados silenciosos, ou seja, não estão alimentando os sistemas de Saúde do Trabalhador, 29 não atingiram 50% da meta preconizada de notificações e os demais ultrapassaram pelo menos metade da meta preconizada. Sananduva até 04 de setembro atingiu os 74,35% da meta preconizada, ficando entre os municípios com notificação dentro do esperado.

Na audiência, representaram o Município de Sananduva, a coordenadora da Saúde do Trabalhador, enfermeira Vanusa dos Santos Zenere, e a nutricionista Géssica Foss que integra a equipe de Vigilância local e auxilia na digitação dos sistemas citados acima. Segundo a coordenadora Vanusa, o percentual atingido só foi possível devido ao comprometimento dos setores públicos e privados de saúde do Município que estão notificando, porém esclarece que ainda há muita subnotificação, ou seja, muitos setores que não estão notificando a Vigilância de Saúde do Trabalhador/Epidemiológica quando acontecem acidentes ou doenças relacionadas ao trabalho. O setor de vigilância da Saúde do Trabalhador desenvolve anualmente atividades para orientar e fiscalizar locais que devem notificar, como consultórios, Unidades de Saúde, Hospital e outros. A coordenadora destaca que os trabalhos por parte desse setor vão continuar de forma ainda mais intensificada e fica à disposição para que todos os que tenham dúvidas possam procurar esclarecê-las junto a Secretaria de Saúde.

No evento, os procuradores esclareceram que o Ministério Público do Trabalho optou primeiramente por realizar essa conversa e capacitação e após vai auxiliar na fiscalização e, se necessário, punição dos setores públicos e privados ligados à saúde que não estão notificando. Esta ação é decorrente de muitas subnotificações e isso está prejudicando as ações de promoção a Saúde do Trabalhador.


CLIMA/TEMPO

Prefeitura Municipal de Sananduva © Todos os direitos reservados     |     Criação de Sites: Slah Informática