NOTÍCIAS

< Voltar

Município reforça o monitoramento das vacinas da febre amarela

Publicado em 16/02/2017, Por Assessoria de Comunicação

Atenção população da área rural do Município de Sananduva: o setor de Vigilância Epidemiológica da Secretaria da Saúde vai realizar um monitoramento referente a vacina da febre amarela. Cada Unidade de Saúde vai organizar as estratégias para fazer este monitoramento através de visitas domiciliares.

Esta ação é preventiva e seu objetivo é manter atualizado o calendário vacinal para a doença, orientando quem tiver necessidade da fazer a vacina a procurar a Unidade Básica de Saúde Central nas terças e quintas-feiras. Para isso é preciso ter em mãos a carteira de vacinação para que os profissionais possam conferir e orientar os cidadãos.

A febre amarela é uma doença infecciosa febril aguda, causada por um vírus transmitido por vetores artrópodes, que possui dois ciclos epidemiológicos distintos de transmissão: silvestre e urbano. Reveste-se da maior importância epidemiológica por sua gravidade clínica e elevado potencial de disseminação em áreas urbanas infestadas por Aedes aegypti.

Até 13 de fevereiro foram notificados ao Ministério da Saúde 1.214 casos suspeitos de febre amarela silvestre. Destes, 877 casos permanecem em investigação, 234 casos foram confirmados e 103 foram descartados. No total são 189 óbitos, 107 permanecem em investigação, 79 confirmados e 3 descartados. No Rio Grande do Sul até esta data não há registro de casos suspeitos.

Esquema vacinal para febre amarela

  • Crianças de 9 meses a 4 anos completos: administrar uma dose a partir dos 9 meses de idade e uma dose de reforço aos 4 anos, com intervalo mínimo de 30 dias entre as doses;
  • Pessoas acima dos 5 anos de idade: se receberam uma dose antes de completar cinco anos, faz outra dose de reforço, com intervalo mínimo de 30 dias;
  • Pessoas que tem uma dose da vacina administrada com mais de 5 anos de idade: administrar uma única dose de reforço 10 anos após a administração da primeira dose;
  • Com duas doses da vacina: considerar vacinado;
  • Não vacinados ou sem comprovação: administrar a primeira dose seguindo as orientações acima para a segunda dose;
  • Pessoas com 60 anos ou mais que nunca foram vacinadas ou sem comprovante de vacinação: o médico deverá avaliar o risco/benefício da vacinação;
Esta vacina está contra-indicada para gestantes e mulheres que estejam amamentando crianças menores de 6 meses.


CLIMA/TEMPO

Prefeitura Municipal de Sananduva © Todos os direitos reservados     |     Criação de Sites: Slah Informática