NOTÍCIAS

< Voltar

Município de Sananduva será beneficiado com o programa Leite Saudável

Publicado em 08/10/2015, Por Assessoria de Imprensa

O Secretário da Agricultura, Pecuária e Irrigação, Ernani Polo, participou em Brasília da assinatura de Termo de Cooperação com o MAPA, que beneficiará 132 municípios gaúchos.

 

Dezoito mil propriedades vão ser assistidas com investimento superior a R$ 80 milhões de reais ao setor leiteiro.

 

O programa, que é uma parceria com o Sebrae, é dividido em sete eixos: assistência técnica gerencial, melhoramento genético, política agrícola, sanidade animal, qualidade do leite, marco regulatório e ampliação de mercado. Vão ser oferecidos cursos técnicos e de gestão, que visam melhorar a produtividade, ampliando a renda do produtor. Está prevista também a criação, junto com a Embrapa, de sistema de inteligência para gerenciamento de dados da qualidade do leite. Outro objetivo é atualizar e adequar as legislações do setor lácteo, a fim de garantir a qualidade dos produtos e a saúde pública, diminuindo custos de produção. O MAPA pretende intensificar o Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e da Tuberculose Animal. O programa Leite Saudável também busca triplicar as exportações. Ainda visando ampliar índices de produtividade do rebanho leiteiro, o Ministério da Agricultura e o Sebrae selecionarão agricultores com potencial de adotar práticas de melhoramento genético, ampliando em 30% a 40% o uso de inseminação artificial.

 

"A iniciativa é extremamente positiva, pois dá ao pequeno produtor a capacidade de crescer, viabiliza a abertura de mercado e ainda trabalha a qualidade e a sanidade do produto. Sananduva vai ganhar muito com esta iniciativa. Através da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação do Rio Grande do Sul iremos trabalhar para potencializar essa ação, tendo em vista o papel econômico e social que o setor leiteiro presta ao desenvolvimento do Estado", destaca o secretário da agricultura, pecuária e irrigação Ernani Polo.

 

"Apenas 12% dos brasileiros que vivem no meio rural estão na classe média. Enquanto isso temos 70% da população nas classes D e E. Com o programa, em dois anos, já veremos diferença na via dessas pessoas e na qualidade do leite brasileiro", destaca a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Katia Abreu.

 

Dividido em quatro fases, o programa irá auxiliar o produtor em todos os quesitos que podem lhe garantir potencializar sua produção, melhorando também a qualidade do produto.

 

Números no RS

Total de propriedades atendidas: 18 mil (9%) Municípios: 132 (27%) Rebanho dos municípios atendidos: 591.286 Estimativa de rebanho atendido pelo projeto: 288 mil (49%) Regiões atingidas: Nordeste e noroeste gaúchos.

Assessoria de Imprensa Secretaria de Agricultura e Pecuária


CLIMA/TEMPO

Prefeitura Municipal de Sananduva © Todos os direitos reservados     |     Criação de Sites: Slah Informática