NOTÍCIAS

< Voltar

Decreto determina a paralisação das atividades no Município de Sananduva

Publicado em 10/07/2013, Por Assessoria de Imprensa

O Poder Público Municipal, determina através do Decreto n° 5468, de 10 de julho de 2013, a paralisação das atividades administrativas no âmbito do Município, no dia 11 de julho. A medida foi adotada considerando o processo de criação de novas áreas indígenas, motivo de inúmeros protestos pelo País, considerando a preocupação do Executivo com o resultado do processo de criação de uma nova área indígena em Sananduva, uma vez que inúmeros produtores rurais podem perder suas terras. O Executivo Municipal e a Comissão Municipal em Prol dos Agricultores concederam entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira (10) para falar sobre as medidas adotadas. No ato, o prefeito municipal Antonio Roberto Caldato fez a entrega de um ofício ao representante da Brigada Militar solicitando a disponibilização de efetivo permanente no local da invasão. O Decreto que paralisa as atividades é resultado do clamor público originado pela invasão de uma propriedade rural localizada na Comunidade de São Caetano, na madrugada desta segunda-feira (08), onde, de acordo com a Brigada Militar, cerca de 50 índios invadiram a residência de um produtor sananduvense. Os indígenas reivindicam a demarcação de uma área de 1,9 mil hectares em Sananduva e em Cacique Doble. A invasão provocou um clima tenso e hostil entre agricultores e indígenas, beirando as vias do conflito, o que pode resultar em eminente risco a segurança e a vida dos envolvidos. A sociedade civil organizada sananduvense realizará ato de protesto amanhã (11/07), na Comunidade de São Caetano. A paralisação abrangerá todos os órgãos e serviços da administração pública, sem prejuízo ao atendimento dos serviços de transporte de pacientes e coleta de lixo domiciliar.

CLIMA/TEMPO

Prefeitura Municipal de Sananduva © Todos os direitos reservados     |     Criação de Sites: Slah Informática