NOTÍCIAS

< Voltar

Grupo de tabagismo encerra atividades anuais no Bairro São Cristóvão

Publicado em 23/04/2013, Por Assessoria de Comunicação

No dia 09 de abril aconteceu o encerramento das atividades anuais do grupo de tabagismo no Bairro São Cristóvão. Este grupo iniciou em abril de 2012 e fez parte do Programa de Abordagem e Tratamento do Fumante, cujo principal objetivo foi a criação de um espaço de troca de experiências às pessoas que demonstraram interesse em deixar de fumar. Segundo dados do Ministério da Saúde, o total de mortes decorrentes do tabagismo é atualmente cerca de 5 milhões ao ano, e se tais tendências de expansão forem mantidas, as mortes causadas pelo uso do tabaco alcançarão 10 milhões/ano em 2030. O tabagismo é considerado pela Organização Mundial de Saúde como a principal causa evitável de morte. A fumaça do cigarro contém aproximadamente 4.720 substâncias tóxicas que trazem efeitos danosos ao organismo, como câncer de pulmão e outros tipos, bronquite crônica, derrame cerebral, infarto do miocárdio, úlcera gástrica, hipertensão arterial, envelhecimento prematuro da pele, aborto espontâneo e recém-nascido com baixo peso. Os resultados do Programa O tratamento gratuito do tabagismo realizado na Unidade de Saúde constituiu-se de avaliação individual realizada por psicólogo e médico e sessões de grupo estruturadas com a presença de psicóloga e enfermeira, bem como tarefas individuais para cada participante e atendimento individual se necessário. Neste grupo ingressaram 15 pessoas, destes 06 desistiram, 07 pararam de fumar e 02 tiveram recaídas, sendo que estes reduziram a quantidade de cigarros consumidos diariamente (redução de danos). Os participantes que conseguiram abandonar o vício relatam que além do suporte do medicamento, foi fundamental o apoio do grupo e da família. “Percebe-se dessa forma que o grupo promoveu um espaço de convivência e amizade, além de propiciar estímulo em deixar de fumar mesmo para aqueles que não conseguiram cessar completamente o seu uso”, explicam as coordenadoras do projeto, enfermeira Liliane Marques e psicóloga Mônica Copatti. As melhorias na qualidade de vida ao parar de fumar são a curto, médio e longo prazo percebidas, como por exemplo, o aumento de energia física e agilidade para atividades comuns, respiração mais fácil e melhorias no paladar e olfato, sendo que a longo prazo desaparece a tosse do fumante, diminui a probabilidade de câncer, além da economia financeira. O Sr. Valdir Zaparolli têm 79 anos de idade, fumou por 63 anos e com ajuda do grupo abandonou o hábito. “Se eu tivesse começado há 30 anos seria outra vida. Quem ainda fuma devia começar o grupo também”, incentiva ele. A procura para participar do Programa está aumentando e conforme as possibilidades serão reiniciados, sempre com a certeza de ofertar total atenção a todos. Interessados em parar de fumar podem procurar informações na Unidade de Saúde a que pertencem.

CLIMA/TEMPO

Prefeitura Municipal de Sananduva © Todos os direitos reservados     |     Criação de Sites: Slah Informática